• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17

Patagônia

  • De Itajaí até Ushuaia

    Ás vezes nos deparamos com situações na vida onde nos é exigido coragem. Coragem para encarar desafios ou seguir sonhos. E todos nós sonhamos, todos nós desejamos fazer algo. A diferença é que alguns se movem em direção aos seus sonhos e os tornam realidade. Forte é aquele que não desiste dos seus sonhos, mesmo com tantas dificuldades no caminho. Uma vez escutei uma frase no filme "A procura da felicidade" que dizia : Nunca deixe ninguém dizer que você não pode fazer alguma coisa. Se você tem um sonho, tem que correr atrás dele. As pessoas não conseguem vencer, e dizem que você também não vai vencer. Se quer alguma coisa, corre atrás. 

  • Transpatagônia, Pumas não comem ciclistas

    Transpatagnia Pumas No Comem Ciclistas JPGPor exatos 180 dias, ou 6 meses, percorri 6.000 km de bicicleta sozinho por toda a extensão da Patagônia e da Terra do Fogo, tanto no Chile quanto na Argentina. Ao longo do caminho abandonei momentaneamente a bike e caminhei por trilhas acampando e explorando. Uma viagem sonhada e adiada por décadas. Um daqueles sonhos de criança, que acompanham nossa adolescência e juventude, para depois nos atormentar durante toda a fase adulta da vida. Até que finalmente ela aconteceu!

    Engraçado como as prerrogativas, prioridades e responsabilidades interferem em nossos sonhos. Não é que os sonhos perdem importância, mas são soterrados por uma infinidade de outras imagens e sensações que terminam por ocupar quase todo o espaço físico e mental…

    Ter escrito TRANSPATAGÔNIA, PUMAS NÃO COMEM CICLISTAS foi uma viagem dentro da viagem. Terminada a expedição de mountain bike, demorei dois anos para terminar o texto que narra a aventura. Quatro vezes mais tempo do que a viagem! Lembrar, entender, explicar e descrever demorou bem mais do que simplesmente fazer. E posso dizer que exigiu muito mais esforço também!