• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14

Cana o Isotônico do Ciclista

banner cana valeboaventura

O caldo de cana é uma bebida extraída da cana de açúcar que se consome in natura. Grande companheiro do pastel de feira e em alguns lugares consumido com sabores diferentes, como morango, limão, maracujá e outros, o que o torna muito mais calórico. Mas você sabia que ele pode te ajudar nos treinos de ciclismo? A bebida é uma ótima opção para ser consumida pré ou pós treino, a nutricionista Amanda Rodrigues nos contou tudo sobre seus benefícios.

“A garapa é um, excelente bebida que pode ser consumida antes ou após os exercícios físicos, por conter vários nutrientes, ser altamente energética devido ao teor de sacarose e não possuir aditivos químicos.”, explica a nutricionista.

O caldo de cana é fonte de vitaminas A, B e C e de minerais, como ferro, cálcio, magnésio que são importantíssimos para um atleta. Além de ser uma rica fonte de antioxidantes, que ajuda a proteger as membranas das células.

A bebida também pode ser usada como um isotônico natural, mas não tem apenas esse benefício. “Tomar a garapa antes dos treinos de Ciclismo, ajuda a dar mais energia e potencializar o treino e, após os treinos, tem função de recuperar os músculos e os estoques de glicogênio, evitando a fadiga, além de ser uma ótima fonte de hidratação para o corpo, repondo minerais e vitaminas perdidas durante as atividades.” conta Amanda.

Sobre a quantidade a ser consumida, para quem se interessou nos benefícios da bebida, a nutricionista afirma que isso varia de pessoa para pessoa. “Vai depender de cada um. O tempo que dura a atividade, o peso, o planejamento ao longo do dia e outros fatores. No geral acredito que de 200 a 300 ml antes ou depois da atividade seja uma boa quantidade”, explica.

O Vale Boa Ventura está mapeando os locais com Caldo de Cana que os ciclistas mais gostam. 

Em Gaspar a preferência é no Parada Nota 10

 cana

Assita este Video e saiba um pouco mais sobre o isotônico 

O Vale Boa Ventura selecionou alguns esclarecimentos sobre isotônico que você deve saber. 

O que é isotônico?

É uma bebida a base de água, sais minerais e carboidratos (6 a 8%). É chamado de isotônico pois facilita a absorção em uma formulação parecida com o plasma.

Para que serve o isotônico?
A bebida é ideal para repor os líquidos e eletrólitos (água e sais minerais) que você perde através do suor durante a atividade física. O isotônico também evita a desidratação e as cãibras.

Quem deve ou não tomar?

É bem importante ressaltar que só deve tomar quem pratica exercícios intensos (mais de 1 horas de atividade) e são atletas. O isotônico contém muito sódio e pode ser perigoso, pois serve para repor e não para sobrecarregar o corpo de tais substâncias. Devem ser evitados:

Pessoas que não praticam exercícios

Pessoas que sofrem de insuficiência cardíaca, hipertensão arterial ou doenças renais;
Crianças só devem consumir isotônicos se forem atletas que participam de competições;
Beber antes de um treino se você já fez uma refeição com carboidratos, pois a bebida contém esse nutriente também;
Não usar para substituir a ingestão de água ou sucos naturais.
Quando devo tomar o isotônico?
A bebida é indicada para ser tomada durante e depois da atividade física.

Durante a atividade:

O quanto você deve consumir varia de até 1 litro de isotônico e 1 litro de água. A quantidade muda de acordo com quanto você suou (se você suar pouco, apenas 1 litro de isotônico, se suar muito, beba 1 litro de isotônico e mais 1 litro de água). Ressaltando que essa reposição durante o treino deve ser feita de forma fracionada, não de uma vez só.
É importante lembrar que mesmo tomando o isotônico, é necessário beber água.
Após a atividade:

Após o treino, o ideal é repor 1,5 litro de líquido para cada 1 quilo perdido.
A dica é se pesar antes da atividade e depois, para saber o quanto de líquido seu corpo precisa.
Deve-se repor com metade de isotônico e metade de água, de forma fracionada, até 2 horas depois do treino.
Isotônico engorda e faz mal à saúde?
Se usado para quem não precisa e de forma descontrolada, sim. Usar em excesso pode piorar os quadros de pressão alta, diabetes, sobrecarregam os rins e podem contribuir com o aumento da pressão sanguínea. Pode também prejudicar o esmalte dos dentes, causando cáries e aumentando a sensibilidade dentária. E o mais temido por algumas pessoas: pode também engordar. Muita gente toma achando que está saudável, mas tomar a bebida sem necessidade dificulta a perda de peso. Os isotônicos industrializados com 500 ml possuem cerca de 120 calorias e possuem carboidratos na sua composição. Então o ideal é tomar quando necessário, seguindo a regra de quantidade explicada no texto.

Quais são os isotônicos?
Os isotônicos mais famosos e consumidos pela galera são:

Gatorade: até R$7.
Marathon: em torno de R$5.
Powerade: até R$6.
Mas o que muita gente não sabe é que a deliciosa água de coco é um isotônico natural rico em potássio e sódio e que pode substituir os produtos industrializados. Mesmo tendo sua composição natural, ela possui todas as substâncias encontradas em uma garrafinha de isotônico.

Isotônico caseiro

Além de comprar os isotônicos industrializados ou Cana e água de coco, você também pode fazer em casa. É super facinho de fazer, e além de economizar dinheiro, você fica livre dos corantes e conservantes dos produtos industrializados.

Ingredientes
250 ml suco natural de fruta cítrica (laranja, limão ou tangerina, fica a seu critério)
1 colher (sopa) cheia de mel
1 colher (chá) rasa de sal
50ml de água gelada
Gelo a gosto
Modo de fazer
É só colocar todos os ingredientes em uma garrafa e agitar bem. Essa receita é para 300ml da bebida.

 

Agora com estas dicas do Vale Boa Ventura, bora pedalar com mais conciência e partiu tomar um Caldo de Cana!

Conheça nosso Mapa Colaborativo. 

 

 

Enquete

Qual o morro mais difícil de Blumenau ?
nathor.jpg
jack.jpg
jack.jpg
convite-jpg.jpg