• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13

Yoga para Ciclistas – Mais Flexibilidade, Força, Consciência e Resistência nos Pedais.

Quando se fala em Yoga, a primeira coisa que vem a mente é uma pessoa sentada em posição de lótus (pernas cruzadas), recitando o mantra ÔMMMMMMM.... Agora, esqueça tudo isso e abra sua mente para entender um pouco mais dessa prática, e como ela pode auxiliar em outras atividades e situações de sua vida.

O Yoga é uma prática que vai além do corpo físico e trabalha o Ser Integralmente, aliando posturas físicas (ásanas), com práticas de respiração (pranayamas) e outras técnicas que beneficiam todo sistema físico, energético e emocional do corpo, trazendo mais foco, força, equilíbrio, disposição e clareza mental.
E no Ciclismo?

Artigo: Cris Reinert


Pedalar, seja ao ar livre (em meio a natureza), ou no asfalto, é uma atividade física e, mesmo sendo considerado como hobbie, exige muita resistência física, força e disciplina para quem quer manter sua saúde em dia e evoluir nos treinos, sem se lesionar. Nesse sentido, o Yoga ajuda na flexibilidade (evitando lesões que comumente acontecem com quem pedala sem alongamento), na resistência física (através de exercícios respiratórios direcionados) e ainda traz muito mais equilibrio, força muscular e clareza mental, para lidar com os obstáculos nos trajetos. Isso, sem contar muitos outros benefícios, como estabilidade e controle emocional, que ajudam muito em meio as dificuldades que podem surgir durante os pedais.


Flexibilidade


yogaA prática do Yoga trabalha no sentido de proteger e evitar que o Ciclista desenvolva lesões, que são bastante comuns na região do quadril e nas  articulações dos joelhos (entre outras), devido a força que o movimento repetitivo (continuo) circular exerce sobre as pernas. Nos pedais, em          geral, apenas algumas partes mais específicas do corpo são bastante exigidas, enquanto outras nem tanto, gerando então um “desequilíbrio” no corpo, podendo ocasionar problemas na estrutura física do praticante. Ao desenvolver a flexibilidade, o corpo se torna mais “preparado” para pedalar, pois estará sendo todo fortalecido, estabelecendo um equilíbrio geral.

Resistência Física


Respirar corretamente e conscientemente é a peça fundamental para que a bioenergia do corpo seja melhor aproveitada. Nas práticas de pranayamas (exercícios de expansão da bioenergia através da respiração) que utilizamos no Yoga, desenvolvemos mais aproveitamento dessa energia, sem tanto desgaste, consequentemente, o rendimento nas atividades que exigem mais de nosso sistema cardiorespiratório, são beneficiadas. A respiração correta, também auxilia no desenvolvimento do muscúlo do diafragma (responsável pelos movimentos de inspiração e expiração) trabalhando fortemente a regiao peitoral, auxiliando assim também, no ajuste da postura do atleta.

Equilíbrio e Força muscular


A prática do Yoga ajuda a desenvolver equilíbrio físico e emocional, auxiliando nos pedais de forma a evitar acidentes que podem acontecer nos trajetos. Mais equilibrados temos a mente mais clara, mais rapidez de raciocínio, o que é fundamental em alguns momentos, tanto nos pedais, quanto no dia a dia. A força muscular no Yoga é desenvolvida através da permanência nos ásanas (posturas), beneficiando o rendimento x desgaste físico nos pedais. Quanto mais forte e equilibrado, você estará menos propenso a ter dificuldades nos trajetos, podendo ter um rendimento muito maior e com muito mais qualidade.

Resumidamente, a prática do Yoga “casa” perfeitamente com o ciclismo (e com todas outras práticas esportivas) num conceito geral, auxiliando num maior rendimento, sem tanto desgaste físico e emocional, e evitando problemas de saúde.

Além disso, auxlilia também em muitos outros fatores individuais, que o praticante vai observar na sua qualidade de vida, dentro e fora do ciclismo!

Somos seres integrais, e para estarmos mais conectados com nossas atividades do dia a dia, precisamos estar, em primeiro lugar, conectados com nosso “Ser”. Tudo flui melhor quando estamos em equilíbrio.

“Yôga é como música: o ritmo do corpo, a melodia da mente e a harmonia da alma criam a sinfonia da vida. ” B.K.S. Iyengar


Namastê!

Enquete

Qual o morro mais difícil de Blumenau ?
logo_quemsomos.jpg
Sem Imagens
Sem Imagens
Sem Imagens