• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17

Projeto Conhecer Pedalando

conhecer pedalando

O Projeto Conhecer Pedalando, desenvolve-se por meio de diversos questionamentos e angustias em relação ao modo de produção e funcionamento de nossa sociedade. Possui objetivo de buscar, conhecer e criar meios que discutam e anseiam outra realidade, buscar o diálogo e possibilidades de transformações em prol de um mundo melhor, mais justo, fraterno, igualitário, democrático, humano, solidário e ecológico.

Pretende-se realizar ações e viagens de bicicleta por regiões deste imenso e interessante Brasil e talvez também desta grande América. Busca-se por meio de rodas de conversas, debates e palestras em diferentes meios educacionais, discutir, debater e problematizar questões sociais e a bicicleta nas suas diferentes dimensões, possibilidades e contextos. Também explorar e conhecer lugares, belezas naturais, culturas, movimentos sociais, eventos, projetos e propostas sociais e educacionais, universidades e pessoas. Almeja-se conquistar e disseminar um grande aprendizado e transformações diante das experiências e vivencias que serão proporcionados por essa aventura em busca de conhecimentos e possibilidades.

Leia mais...

Porto Belo e Bombinhas

O litoral catarinense é cheio de histórias e de mistérios. Cada localidade esconde um pedaço desta história e alimenta as lendas em nossa imaginação. Destas histórias, nem tudo é fantasia, nem tudo é realidade. Mas conhecer esta história pedalando é de certa forma participar dos acontecimentos que há muito tempo atrás ocorreram na região.

A coroa portuguesa não dava muita importância para o sul do Brasil na época da colonização, isso acabou despertando o interesse de piratas que usavam estas terras para fugas e abastecimento. De certa forma isso incentivou a colonização açoriana na região no litoral catarinense. Mas não foram só navios piratas e portugueses que disputaram as terras no litoral catarinense, batalhas entre espanhóis, holandeses e franceses também foram registradas por lá.

Leia mais...

Morro Azul - Timbó

O Morro azul fica a 18 Km do centro de Timbó-SC e está situado no Parque Ecológico Freymund Germer. É o ponto mais alto de Timbó. Conta com uma linda vista das cidades vizinhas o que atrai muitos amantes da prática de vôo livre e camping.  Para alcançar os 758 metros do Morro Azul, passaremos por vias sinuosas até o pico que serve como mirante natural. O trabalho de guia, conservação e administração do parque é realizado pelo Instituto Aracuã. O Parque possui estrutura para camping e área de convivência onde o turismo de contemplação é seu maior apelo. No local está a rampa para a modalidade de vôo livre.

O grupo Vale Boa Ventura experimentou um pedal para o parque dia 17 de Setembro de 2016. E realmente vale a pena, pois o trajeto e o local é muito bom para quem gosta de Mountain Bike. Saímos de Indaial, conforme indicação no nosso mapa abaixo. E voltamos pelo centro de Timbó. Mas há opção, para os mais experientes, de vir pedalando de Blumenau. De Blumenau ao Morro Azul, ida e volta, irá totalizar uns 70 km.

O caminho é perfeito, cheio de elevações entre as colinas verdes e casas coloniais com arquitetura maravilhosa. A subida no começo é tranquila e os dois últimos quilômetros são realmente bem difíceis. Uma boa indicação para passeio de carro também, onde pode se estacionar no parque ou a alguns metros do topo do morro.

Leia mais...

Morro da Cruz

Nada melhor do que o gosto da liberdade e ainda mais perfeito a 270 metros de altura no morro pelado carinhosamentente apelidado como morro da cruz. Pois esta é a sensação de quem experimenta ir ao Morro da Cruz de Gaspar em Santa Catarina. A área que se observa  não poderia ser mais bela: Gaspar tem muitas de suas áreas destinadas à agricultura e à pecuária – e se tratando da localização  não se pode esperar menos do que muito, mas muito verde, pintando uma belíssima planície com morros ao fundo.

Leia mais...

Grutas - Botuverá

As Grutas de Botuverá ficam na localidade de Ourinho, a 15 km do Centro de Botuverá. Possuem, aproximadamente, 1200 metros de extensão e são compostas por vários espeleotemas (esculturas feitas pela água), tais como travertinos, cortinas, couves-flor, chão de estrelas, fendas, vielas, estalactites, estalagmites e passagens distribuídas em labirintos e salões. Constitui um conjunto inigualável e eternizado por pingos de água que gotejam continuamente do teto a centenas e milhares de anos.

Leia mais...

Rota Enxaimel - Pomerode

Uma das várias heranças coloniais dos primeiros imigrantes alemães, o estilo enxaimel é um exemplo de uma perfeita adaptação da arquitetura européia no Brasil. O maior acervo de construções em enxaimel existente fora da Alemanha é encontrado em Pomerode: são aproxidamente 220 edificações deste tipo em todo o município. Destas, a maior concentração fica situada na localidade de Testo Alto, na chamada "Rota do Enxaimel".

São cerca de 50 construções genuínas dispostas em um agradável roteiro de 16 km. Inclusive, as belas paisagens do trajeto rural fazem parte do conjunto de bens chancelados em nível federal pelo Instituto Nacional de Patrimônio Histórico (Iphan). As casas construídas no período da imigração chamam a atenção, em especial pelo ótimo estado de conservação. Em sua maioria por meio de estradas de chão, o trajeto é rodeado por pastos e árvores, em um delicioso visual bucólico.

Leia mais...

Enquete

Qual o morro mais difícil de Blumenau ?
nathor.jpg
convite-jpg.jpg
convite-jpg.jpg
jack.jpg